Top

Como manter a low carb em tempos de coronavírus

Foto: Pixabay

Esta é uma boa hora para mostrarmos que se você faz da low carb seu estilo de vida, e não só uma dieta momentânea, você conseguirá adaptá-la para momentos como este, em que precisamos aumentar a nossa imunidade sem engordar nadinha.

Bem, sabemos que a low carb consiste numa dieta de baixíssima ingestão de carboidratos, a fim de que seu corpo comece a utilizar a gordura como fonte de energia e não mais o açúcar, fazendo assim com que perca peso.

Ingestão de frutas

O “problema” é que consequentemente baixa-se também a ingestão das frutas e legumes que contêm uma taxa alta de carboidratos/açúcares, o que é totalmente desaconselhável neste momento, em que precisamos estar com nosso sistema imunológico muito bem reforçado.

Então, o que fazer?

Segundo a Dra. Bruna Marisa, médica endocrinologista, membro da Sbem (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia), pós graduada em medicina ortomolecular e especialista em emagrecimento e low carb, “Este momento não é o de perder peso, mas sim de pensar em melhorar a saúde, a qualidade de vida”.

Para isso, ela orienta seus pacientes a inserirem na dieta alimentos que irão fortalecer o sistema imunológico, como as vitaminas, os minerais e outras substâncias que auxiliam na manutenção do sistema imunológico.

Nutrientes

“Neste momento, vamos voltar com as frutas e legumes, que são as maiores fontes de nutrientes que temos. Vamos continuar com os ovos e as carnes e, aumentar um pouco mais a cota de carboidrato, que ao invés de 40 g a 80 g por dia, passará para 100 g a 200 g/dia para fortalecer o sistema imunológico como precisamos”, diz a médica.

Frutas cítricas como o limão e a acerola são ricos em vitamina C e já fazem parte da low carb, mas neste momento é importante também inserir a laranja, a banana e a maçã.

Vegetais

Podemos e devemos abusar dos vegetais verdes escuros, que são ricos em ácido fólico.Carnes, castanhas, sementes e leguminosas são ricas em zinco, que combate resfriados, gripes e outras doenças do sistema imunológico.

O gengibre é rico em vitaminas C, B6 e tem ação bactericida, além de tratar inflamações da garganta e auxiliar nas defesas do organismo.

Própolis

O própolis, muito importante para todos, regula o sistema imunológico, é antibacteriano e antiviral. Estimula a produção de citocinas, que modulam os mecanismos da imunidade.

“Faça uso de própolis!”, afirma Bruna .

Alho

O alho é rico em vitamina A, C e E, portanto um forte aliado contra a baixa imunidade, assim como a cebola que é anti-inflamatória, antiviral, antifúngica e antiparasitária e não podemos deixá-la de fora da dieta.

Por fim, não devemos esquecer da cúrcuma, que é anti-inflamatória, antioxidante, antibacteriana e digestiva.

Outra coisa importante é que o coronavírus vai afetar pessoas mais fracas, então, mantenha-se forte.

Foto: Pixabay

Atividade física

Pratique seus exercícios diariamente para fortalecer seu corpo.

Ainda que você não frequente academias nesta fase, experimente fazer seus treinos e exercícios ao ar livre ou mesmo em um cantinho confortável em sua casa. O importante é não parar, reforça a médica.

Concluindo, agora não é a hora de perder peso, mas sim de cuidar da imunidade e manter seu corpo saudável e preparado para enfrentar estes tempos difíceis.

Lembrando que arroz, feijão,  farinhas, macarrão, bolos, biscoitos etc. não possuem nutriente algum, portanto, continuam fora da dieta mesmo nesta fase, lembra Bruna.

Mais de Beleza

© 2020 - RG - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SITE PARCEIRO DO UOL UNIVERSA

O material deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, armazenado em cache, ou usado, exceto com a autorização prévia por escrito da RG.

logo Elav