Lifestyle

Por Redação 13.04.2016

Livro ensina a viajar em tempos de crise – financeira e existencial

Por Jeff Ares |

Jornalista de dilacerante ironia e finíssimo humor, Hermés Galvão lançará em junho “Como viajar sozinho em tempos de crise financeira e existencial” (Editora Record), uma volta ao mundo bem peculiar, em 113 páginas. “É um anti-guia”, define o jornalista, que já passou pelas mais importantes editoras – inclusive esta Carta Editorial, onde editou a revista RG. “É para quem nunca sai de casa porque sempre está duro ou não tem companhia e tal. O livro prega o contrário: quando você está muito deprimido e sem grana, você tem que sair! Dá pra comer baratinho e sexo é grátis…”

Leia mais: O encontro de Roberta Sudbrack e Joël Robuchon em Paris

A autoajuda para viajantes desesperados tem dicas preciosas. “Ensino a dar um upgrade sem sair da econômica, dando em cima do comissário, ensino a driblar oriental – eles são um exercício de paciência para nós brasileiros- , a fazer check in relâmpago, evitando mulheres na fila do raio-X … ou a fugir de brasileiro, já que todo lugar está infestado deles… ” Essa é boa… Como fazer? Está no livro: “Simples: fuja de restaurantes e bares do momento, lojas de departamento, ou seja, lugares essencialmente turísticos onde a presença de um local é rara, pois ele não vai pagar 20 euros por um purê de batatas”. O autor também decreta: “Para não ouvir um pio de português, basta JAMAIS pisar em Aspen, onde o elenco majoritariamente paulista transforma o cenário numa novela do SBT”.

O livro ainda reserva uma hilária lista sobre comissárias de bordo… As mais mal-humoradas, das companhias “British Airways (Reino Unido), Alitalia (Itália) e Air France (França)”, as mais descabeladas, das companhias “Gol (Brasil), Easyjet (Reino Unido) e Copa Airlines (Panamá)” e até – contém humor negro – as mais corajosas, das companhias Malaysia Airlines (Malásia), Cubana de Aviación (Cuba) e Spice Jet (Índia)”…

Que mais, Hermés? “Desmascaro os truques dos hotel boutique, tem dicas para conseguir umas promoções, para fazer aquela viagem mística… É besteirol, sou eu que to fazendo, né?”

  • No filme "Wild", depois de uma perda, a personagem de Reese Whiterspoon decide viajar para se reencontrar Foto: Divulgação