Beleza

Por Marcela Palhão 05.04.2019

Porque os homens devem investir mais na beleza e no skincare

O mercado de beleza masculino está aumentando cada vez mais com o passar do tempo, mesmo com maquiagem e skincare ainda serem associados às mulheres. Pensando no assunto, conversamos com o maquiador Rodrigo Costa, que, além de trabalhar na área, se consideram um rapaz antenado no assunto.

SIGA O SITE RG NO INSTAGRAM

Segundo Costa, ele percebe a mudança em suas redes sociais. “O engajamento aumentou nos últimos anos, seguidores homens estão me perguntando sobre maquiagem e beleza. Acredito que estamos nos abrindo mais para esse universo. Algumas marcas, principalmente as gringas, começaram a desenvolver produtos direcionados a nós, que vão muito além do cabelo e que envolvem skincare e maquiagem”, analisa o maquiador.

Para ele, os principais benefícios em cuidar da beleza estão relacionados à saúde e que o ideal é procurar um especialista, que pode auxiliar as necessidades de cada indivíduo. “Além disso, acredito que a maior vantagem é o bem-estar que traz para a autoestima. Procurar por tratamentos, procedimentos estéticos, treinos e produtos para se sentir bem é ótimo para nossa mente e corpo”, completa Costa.

Pensando nisso, o maquiador aconselha que os homens priorizem a saúde ao planejar uma rotina de beleza: procurar uma academia e um bom treinador para auxiliar em atividades físicas, se consultar com um nutricionista, etc. Falando sobre sua experiência com a área, Costa afirma que viu diferença em seu corpo e pele quando seguiu essas recomendações.

“Procure também um dermatologista, de preferência que esteja habituado em trabalhar com homens, para realmente entender as necessidades que a gente tem”, completa Costa. Drenagem, procedimentos com laser, esfoliar o rosto duas vezes na semana e hidratar a pele são algumas das técnicas preferidas do expert.

“Existem técnicas que no rosto do homem não funcionam tão bem como no rosto da mulher, porque os objetivos são diferentes. Por isso, recomendo o acompanhamento de um profissional que saiba lidar com as necessidades específicas dos homens, para entender as especificidades. Em preenchimento por exemplo, homens e mulheres buscam preencher áreas diferentes”, aconselha.

Costa acredita que, atualmente, as pessoas precisam ter a cabeça aberta para entender o diferente, por isso, um homem que gosta de se cuidar não deve se esconder o ligar para críticas.

“Precisamos ter liberdade de expressar nossa personalidade. Acredito que hoje ainda falta informação sobre o assunto no mercado e, por isso, há um pouco de resistência das pessoas. Os homens ainda não têm muita noção de como começar, alguns me procuram para perguntar esse tipo de coisa. Aprendi com o meu trabalho, fui estudando e hoje quero passar isso adiante: qual a melhor forma, quais os produtos adequados, etc. Quando isso estiver mais difundido, esses tipos de ‘brincadeiras’ vão deixar de acontecer”, finaliza.

 

  • Rodrigo Costa Foto: Sergio Santoian