Lifestyle

Por Redação 09.03.2018

Estudo aponta que mulheres traídas se tornam mais confiantes

Descobrir uma traição no relacionamento, a primeira vista, pode ser destruidor para a autoestima. Nesse momento, é comum sentir-se trocada ou rejeitada por outra pessoa. Mas, acredite se quiser: um estudo de psicologia realizado na Inglaterra mostra que essa situação pode, no longo prazo, até beneficiar as mulheres traídas.

A pesquisa analisou 5705 pessoas em 96 países e chegou à conclusão que, depois de se recuperar da choque, as mulheres desenvolvem maior auto-confiança.

O principal motivo para isso, dizem os especialistas, é que elas não estão mais convivendo com a desconfiança do parceiro ou parceira. Além disso, elas crescem com a experiência e têm menos chance de repetir o “dedo podre” em futuros relacionamentos.

“A outra”, por sua vez, é quem sai mais prejudicada psicologicamente da situação: o mesmo estudo mostra que depois do flagrante, a relação entre marido e amante tende a se desfazer. Por esse motivo, o terceiro elemento da relação sofre efeitos da queda da autoestima.

 

 

  • HOLLYWOOD, CA - JULY 26: Jennifer Aniston attends The Hollywood Walk of Fame Star Ceremony honoring Jason Bateman on July 26, 2017 in Hollywood, California. (Photo by Matt Winkelmeyer/Getty Images)