Gossip

Por Redação 05.04.2018

“Project Runway” pode ser cancelado depois de problemas na Weinstein Co.

A A+E Networks cancelou o acordo feito com o estúdio Weinstein Co. para exibir duas temporadas de “Project Runway” depois que Harvey Weinstein, um dos donos, foi acusado de má conduta sexual.

Além deste programa, o estúdio é dono dos direitos de dois spinoffs: o “Project Runway All Stars” e o “Project Runway: Junior”, todos exibidos no canal Lifetime. Um contrato de licenciamento de um filme que seria produzido inspirado na série também foi cancelado.

O acordo, feito em 2016, renovava a série para mais três temporadas, mas foi desfeito em janeiro, segundo arquivos do processo de falência do Weinstein Co., já que as acusações contra Harvey violaram o contrato.

A rede de canais A+E Network alegou que o estúdio não conseguiu manter um local de trabalho dentro dos limites da lei, não avisou a A+E de possíveis processos e não seguiu as práticas e condutas da empresa.

Segundo acusações, Harvey usava suas conexões com o programa para assediar modelos.

De acordo com o portal norte-americano Page Six, a rede mostrou interesse em adquirir os direitos do Project Runway e, enquanto isso, está em negociação com a Lantern Capital, empresa que ofereceu 310 milhões de dólares pela maior parte dos ativos da Weinsten.

A A+E Network notificou o estúdio em novembro de 2017, algumas semanas depois das primeiras acusações contra Harvey Weinstern, mas não se pronunciou sobre o assunto desde então.

 

  • Heidi Klum e Tim Gunn são os apresentadores do programa. Foto: Getty Images