Moda

Por Redação 06.04.2018

Dress-code de princesa: cinco curiosidades do guarda-roupa da família real

Ao aceitar o pedido de noivado de seus respectivos príncipes, Kate Middleton e Meghan Markle abriram mão de muita coisa pela coroa: profissão, privacidade e autonomia sobre os próprios modelitos.

Se você acha que ser dona de um título como Duquesa de Cambridge ou Duquesa de Sussex – que Meghan automaticamente receberá ao dizer sim no dia 19 de Maio – dá o direito de vestir o que quiser, está enganado.

Cada peça usada pela família real é minuciosamente pensada para levar a outros detalhes, como as clutches, por exemplo, usadas para evitar apertos de mão.

Selecionamos essa e outras quatro histórias para lá de curiosas (ou estranhas) desse código fashion:

1)  Nada de esmalte!

Repare nas unhas de Kate Middleton: você nunca as viu com cores escuras ou brilhantes demais. Isso porque as mulheres da família real são instruídas a sempre usar esmaltes próximos à cor natural das unhas. A Rainha Elizabeth, por exemplo, é fã da cor ‘Ballet Slippers’, da Essie, há mais de 28 anos.

2) Coroa? Apenas para mulheres casadas

Diferente dos clássicos filmes de princesa, nos quais a mocinha só tira a coroa para dormir, na família real britânica usar as preciosas tiaras é coisa rara. Meghan Markle, por exemplo, só terá o direito de usar as joias depois do casamento, porque de acordo com o dress-code, o privilégio é reservado apenas para mulheres casadas.

3) Clutches nada elegantes

Já reparou que membros da família real, mesmo os mais populares como Kate Middleton, raramente apertam as mãos de seus súditos? Meghan Markle é exceção porque, como atriz, está acostumada a retribuir o carinho do público. Para evitar os apertos de mão sem parecer deselegância, mulheres da família real são encorajadas a usar clutches, afinal, o modelo de bolsa sem alças mantém as mãos reais ocupadas.

4) Realeza not so basic

Laranja, pink, verde-limão. A rainha está sempre usando conjuntos de cores vibrantes! Pensa que ela curte um color-blocking? Não. Ela inclusive já declarou que tem vontade de usar bege, mas não porque precisa ser facilmente reconhecida na multidão. Isso mesmo: como figura máxima da monarquia, Elizabeth precisa usar cores chamativas para ser identificada entre plebeus

5) Sempre prontos para o pior 

Essa é uma das regras mais mórbidas da família real: sempre que seus membros viajam, devem levar consigo um modelito completo de luto. Isso mesmo: eles saem do castelo preparados para uma possível tragédia. Isso acontece desde 1953, quando o pai da Rainha Elizabeth morreu e ela estava fora de Londres. Na ocasião, a então princesa teve de esperar horas dentro do avião até que uma roupa apropriada para o luto chegasse e ela pudesse finalmente fazer uma aparição pública.

 

  • Cores vibrantes para a rainha e coroa apenas para mulheres casadas Foto: Getty Images