Top

Posh Club é a balada “queridinha” entre os que visitam Jurerê Internacional no verão

Quem vai para Jurerê Internacional durante o verão do Brasil ouve falar da Posh Club. A casa do Grupo All é conhecida nacional e internacionalmente por ser um dos club’s mais frequentados e mais exclusivos do litoral brasileiro.

SIGA O SITE RG NO INSTAGRAM

Com poucas noites durante o ano, a casa funciona em datas específicas e tem uma série de aberturas durante o verão brasileiro. Entre os meses de dezembro de um ano e março do ano seguinte, o público do Sul e demais regiões do Brasil vai até Jurerê para desfrutar da qualidade inquestionável da casa noturna.

Na maioria esmagadora das noites, o som escolhido para agitar o público estimado em 1.500 mil pessoas é o eletrônico, recebendo diversos DJs nacionais e internacionais conhecidos no cenário deste estilo musical.

A noite na Posh Club é pura ostentação. Com uma decoração bastante chique e ar condicionado sempre estralando, fazendo ninguém notar que está em uma cidade litorânea, o público que passa por ali deixa uma quantia alta, mas não liga muito para isso. Tudo o que o club oferece é diversão e exclusividade e eles estão dispostos a pagar por isso.

A casa funciona assim: da meia noite às duas da manhã, um ambiente de lounge – que eles chamam por lá de “biblioteca” – recebe os convidados da noite para uma espécie de warm up (aquecimento, em tradução livre) do que acontece na pista. A partir das duas até o sol raiar – literalmente – e o último cliente resolver sair da casa, o público se joga na pista, bebe muito e curte sem parar.

A pista é retangular, com a cabine do DJ disposta ao fundo e camarotes espalhados em um formato da letra “U” por toda as paredes. Estes camarotes são locais exclusivos, podendo ficar ali apenas os que tem a pulseira numerada com o respectivo número de cada um deles. Os “quadradinhos” comportam algo entre 15 a 20 pessoas e são vendidos para os frequentadores por valores exorbitantes. Cada um deles têm um garçom a disposição para atender os pedidos e fazer as drinks.

O ponto alto da noite, depois que a pista é liberada, é, sem dúvida, a abertura do teto. Por volta de 4h e 4h30 da manhã, enquanto a atração principal da noite comanda as pick-ups, o teto, que é retrátil, abre-se totalmente e descem três acrobatas penduradas em bambolês e panos no ritmo sincronizado da música. Para completar a perfomance, uma chuva de fogos de artifícios estouram do lado de fora da casa, fazendo com que todos tenham uma experiência completa e única de estar na Posh Club.

Esta abertura do teto pode acontecer mais vezes durante a noite, variando de acordo com o pedido do público e o clima do lado de fora da casa. A temporada 2019-2020 da Posh Club é a de número 13 da casa e mais uma vez é um sucesso absoluto, com datas consecutivas tendo a casa em sua lotação máxima. O club cresceu e se solidificou tanto que vai se expandir e buscará chegar em lugares mais distantes, como Rio de Janeiro e Algarve, em Portugal. Merece.

Nota-se que, os turistas de Jurerê necessitam e anseiam do tesão de pisar na Posh Club. É ali que eles, depois de passarem o dia curtindo a praia, o iate ou pegando um bronzeado ao sol nas areias catarinenses, exibem suas curvas, suas marcas do verão, suas boas roupas e, claro, sua riqueza. Vale a visita – mesmo para aqueles que não estão acostumados com club’s tão exclusivos como eu.

*O jornalista viajou a Jurerê Internacional a convite do Grupo All.

Mais de Lifestyle

© 2020 - RG - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SITE PARCEIRO DO UOL UNIVERSA

O material deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, armazenado em cache, ou usado, exceto com a autorização prévia por escrito da RG.

logo Elav