Top

Preview da mostra dos Irmãos Campana, no Rio

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro abre neste sábado (14.03), a mostra “Irmãos Campana – 35 Revoluções“, a maior já feita pela dupla, com curadoria da italiana Francesca Alfano Miglietti.

Reunindo projetos inéditos e instalações concebidas especialmente para o importante museu carioca, além de ampla seleção de peças de design e esculturas, a exposição celebra os 35 anos de trajetória de Fernando e Humberto Campana.

Na noite desta quianta-feira (12.03), o MAM Rio e os designers promoveram um preview para patrocinadores e um grupo seleto de convidados, com direito a visita acompanhada. Os Campana receberam o público diante da enorme parede de cobogós que abre a exposição, revelando um ambiente imersivo e sensorial.

Aspectos marcantes da produção da dupla – como a capacidade de reinventar elementos típicos da cultura brasileira, integrando referências artesanais e industriais – ocupam aproximadamente 1,8 mil metros quadrados do segundo andar do museu. A montagem tem colaboração da Spectaculu Escola de Arte e Tecnologia, ONG criada por Gringo Cardia e Marisa Orth.

Sem hierarquias ou cronologias, a mostra exibe clássicos como a Cadeira Vermelha (1998) e a Poltrona Favela (2003), e apresenta trabalhos mais recentes como a série “Hibridismo e a Poltrona Sade“.

Esta é a primeira grande exposição da nova gestão do MAM Rio, desde janeiro dirigido pelo economista e colecionador de arte, Fabio Szwarcwald. “O trabalho dos Campana reúne valores de sustentabilidade e responsabilidade social, que correspondem às novas diretrizes que pretendo implementar no MAM Rio”, afirma Szwarcwald.

Mais de Festa

© 2020 - RG - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SITE PARCEIRO DO UOL UNIVERSA

O material deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, armazenado em cache, ou usado, exceto com a autorização prévia por escrito da RG.

logo Elav