Top

Mick Jagger 80 anos: relembre filme e clipes gravados no Brasil

Mick Jagger durante show dos Rolling Stones em Copacabana, 2006 – Foto: Getty Images

Um dos maiores astros do rock, Mick Jagger completa 80 anos nesta quarta-feira (26.07), mantendo o espírito jovem e elétrico que transmite nos palcos. Sua amiga pessoal e mãe de um de seus oito filhos, Luciana Gimenez, confirma o carisma e energia do roqueiro. “Mick é muito jovem da cabeça. Acho que idade biológica não é uma coisa que representa a gente. O importante é a idade mental, de vibe, de como se comporta perante a vida… E aí, Mick é um garoto”, afirma a apresentadora, mãe de Lucas Jagger, de 24 anos, em entrevista ao jornal “O Globo”. Sobre as similaridades entre pai e filho, ela comenta: “É um lorde como o Mick. Muito educado, tem um lado inglês, contido, discreto. Um pouco do sarcasmo também, mas doce, sem ser ácido”.

SIGA O RG NO INSTAGRAM

Não é só no âmbito pessoal que o Brasil deixou uma marca importante em Jagger. Ele veio ao Brasil pela primeira vez em 1968, onde passou um mês na Bahia e no Rio de Janeiro, imerso na cultura local. “Mick é um cara extremamente culto. Viaja para os lugares e compra livrinhos com curiosidades sobre o lugar e se informa sobre as coisas que estão acontecendo lá. Se não fosse cantor, acho que seria escritor de livros de turismo”, conta Luciana. 

A sonoridade brasileira, principalmente o samba e os batuques do candomblé, influenciou um dos maiores sucessos dos Rolling Stones, “Sympathy For The Devil”. “Ficávamos deitados na praia ou brincando com as crianças de uma casa próxima, curtindo. Tocávamos tambores com os negros do candomblé”, relembrou Jagger em uma entrevista de 1969 para a revista “Esquire”. O interior do País também foi inspiração para o artista, que compôs o single “Honky Tonk Women”, inicialmente intitulado “Country Honk”, após uma viagem com o guitarrista Keith Richards a uma fazenda no Mato Grosso.

A intimidade com o Brasil se estendeu às produções audiovisuais. Em 1984, ele voltou ao País para fazer o filme “Running Out Of Luck”, reunindo as nove músicas de seu primeiro álbum solo, “She’s The Boss” (1985). O longa-metragem de baixo orçamento contou com atores brasileiros, como Grande Otelo, Norma Bengell e Tony Tornado. As cenas foram rodadas em vários cenários, incluindo a Fazenda Santa Maria, em Barra do Piraí (RJ) e o presídio Vieira Ferreira Neto, em Niterói. Com direção de Julien Temple, o filme nem chegou a passar nos cinemas, mas um trecho pode ser assistido abaixo:

Além do longa, Jagger gravou cenas do clipe de “Lucky In Love” no salão nobre das Laranjeiras, do Fluminense, enquanto trechos de “Just Another Night” foram gravados na gafieira Elite, no centro do Rio. Assista abaixo:

Mais de Cultura