Cultura

Por Redação 08.07.2016

Jay Z faz música em resposta à violência policial contra negros nos EUA

Jay Z lançou uma nova música em resposta aos casos de violência policial contra negros nos EUA. Chamada “Spiritual“, a canção está disponível para streaming no Tidal – aperte o play abaixo para ouvir!

O artista decidiu liberar a canção após o assassinato de Alton Sterling e Philando Castile, dois negros que foram mortos a tiros por policiais brancos em Baton Rouge, na Luisiana, e o ataque durante um protesto do movimento Black Lives Matter (vidas de negros importam), em Dallas.

Leia mais: Justin Timberlake está no elenco do próximo filme de Woody Allen

A composição, no entanto, surgiu ainda antes do homicídio de Michael Brown, em agosto de 2014. Brown, um jovem negro de 18 anos que não portava armas nem possuía nenhum antecedente criminal, morreu após ser alvejado pelo oficial da polícia municipal Darren Wilson na periferia de St. Louis, Missouri.

“Escrevi essa música há um ano ou mais, e nunca terminei. Punch (TDE) me disse para lançá-la quando Mike Brown morreu, tristemente eu disse a ele ‘esse assunto sempre será relevante’. Eu estava ferido por saber que essa morte não seria a última… Estou entristecido e desapontado nesta America – deveríamos estar muito a frente. E não estamos”, disse o rapper em um comunicado liberado junto com a música.

Leia mais: Justin Bieber, Nick Jonas e Carly Rae Jepsen dividem a cama em paródia de “Famous”

A esposa de Jay Z, Beyoncé, também se manifestou sobre os acontecimentos. A cantora publicou uma mensagem em seu website com o título “Freedom” (como a canção em parceria com Kendrick Lamar, de seu álbum “Lemonade“).

“Estamos cansados das mortes de jovens em nossas comunidades. Cabe a nós tomar uma posição e exigir que eles parem de nos matar. Isso não é um apelo aos policiais, mas a quaisquer seres humanos que falham em valorizar a vida”, pede Bey. “Todos temos o poder de canalizar raiva e frustrações em ações. Devemos usar nossas vozes para contactar policiais e legisladores em nossos distritos e exigir mudanças sociais e judiciais”, completa.

  • Jay Z Foto: Getty