Gossip

Por Redação 10.07.2018

Kim Kardashian pede a governador da Califórnia ajuda a presidiárias

Após um encontro com o presidente Donald Trump para questionar a sentença de Alice Marie Johnson, em que a socialite conseguiu mudar o veredito final, Kim Kardashian segue na discussão sobre mulheres encarceradas.

Ela visitou a prisão feminina da Califórnia na última semana e teve um encontro com 15 detentas. O seu objetivo é criar um programa para ajudar mulheres a se ajustarem na vida quando saírem da prisão.

Kim também quer que o governo tome uma ação para proteger estas mulheres enquanto elas ainda estão atrás das grades. Em um tweet direto para o governador Jerry Brown, a empresária escreveu: “As mulheres que eu conheci na CA Women’s Institution ainda estão em minha mente e coração. Espero que o @GovBrown assine a AB2550 para garantir dignidade para mulheres encarceradas”.

O projeto de lei 2550 pede um limite para o contato de guardas masculinos com prisioneiras. Por exemplo, a lei pede que homens sejam banidos de locais onde as detentas possam não estar vestidas e que eles não façam revistas íntimas em prisioneiras, a não ser que estejam em perigo ou com risco de fuga. Guardas homens também teriam que se anunciar ao entrar nas áreas de habitação das prisões femininas.

  • Kim Kardashian (foto: Getty Images)