Gossip

Por Redação 11.01.2018

Sinônimo de luxo, Hotel Ritz em Paris é alvo de assalto milionário

Nessa quarta-feira, o tradicional Hotel Ritz em Paris foi invadido por cinco homens armados com machados. Os bandidos usaram as armas para quebrar e invadir a vitrine de jóias expostas no hotel. O valor do prejuízo com o roubo foi de aproximadamente quatro milhões de euros – cerca de 15 milhões de reais.

O hotel, sinônimo de elegância e de luxo, foi inaugurado em 1898. Com vista dos quartos para a Praça Vendôme, no coração de Paris, já abrigou inúmeros famosos como Coco Chanel (que veio a falecer no lugar), Charlie Chaplin e F. Scott Fitzgerald. Foi lá também onde a Princesa Diana se hospedou pela última vez antes de falecer, em 1997, vítima de um acidente de carro. Na situação, ela estava acompanhada de Dodi, filho do bilionário egípcio Mohamed Al Fayed, o dono do Hotel Ritz.

Niki Lazar, uma mulher de 21 anos de Chicago, contou à rede americana CNN que estava no Ritz, no Bar Hemingway com seus pais, quando notou um homem usando máscara de esqui entrar no hotel. “Ele correu da porta traseira do bar para a frente, e tinha um machado na mão”, relatou Niki. “Imediatamente o barman fechou e trancou a porta e (encurralou) a todos na área traseira da cozinha do bar”.

A testemunha afirmou ter ouvido ”pelo menos 10 rodadas de tiros” antes de se cobrir atrás do bar, onde ficaram escondidos por vários minutos. Lazar acrescentou que mais tarde viu um dos barman “ser atendido por um paramédico”.

Três ladrões foram detidos pelas autoridades francesas. Os outros dois bandidos fugiram. Ninguém saiu ferido, e os hospedes não sofreram nenhum roubo.

  • Bar do Hotel onde a testemunha Niki Lazar estava