Cultura

Por Redação 02.10.2017

Palatnik: Ver, Mover na Roesler

Vamos começar assim: a arte cinética, que, segundo dicionário online (hum…) classifica como uma forma de trabalho “fundada no caráter mutável das obras, seu movimento aparente ou real”.

A partir disso, falamos de Abraham Palatnik, o pioneiro na arte cinética no Brasil. O mestre usou todos os materiais que teve vontade, da madeira e pintura ao acrílico, mas não necessariamente nesta ordem.

Entretanto, a tal cinética não deixou jamais de permear suas inspirações. A Galeria Nara Roesler, tem, agora, uma expo com o que há para ser visto: “Abraham Palatnik: Ver, Mover”, onde ele experimenta o uso de cartões, progressões em poliéster e os mais recentes de série “óptico-cinética”. O curador Luiz Camillo Osório explica que trata-se de “um exercício intelectual que se une ao prazer estético”. Vamos lá ver?

 

 

  • Sem Título, 2017 Abraham Palatnik